Artigos

Resumo Do Livro “Porque a Astrologia é Uma Ciência: Cinco Boas Razões”

Autor: Tapan Das, PhD. Tradução: Ângela Nunes em 14 de abril de 2013

Cada uma das estrelas e planetas tem uma influência diferente em nossas vidas, dependendo de sua posição nos signos e nas casas celestes…todas estas forças cósmicas moldam nossos pensamentos os quais, por sua vez, dirigem nossa ação. Se estivermos prevenidos de que estamos propensos a ações impulsivas devido à influência de certos planetas, então nós poderemos manter um controle sobre nossas emoções, evitando estas ações e seus resultados catastróficos. Se nós soubermos que a posição dos planetas nos dará uma condição favorável, então poderemos tirar uma vantagem disto através de uma ação apropriada. É deste modo que a astrologia pode nos ajudar sem dar respostas específicas a perguntas específicas.

ÍNDICE

  • Introdução
  • Fundamentos da Astrologia
  • História da Astrologia
  • A Astrologia é Baseada em Análise Estatística
  • A Astrologia é uma Ciência Social
  • A Astrologia é Ligada à Medicina Alternativa
  • A Astrologia é Explicada pela Energia Cósmica e pelo Campo Biológico
  • A Base da Astrologia é Similar à Mecânica Quântica
  • Conclusão
  • Perguntas e Respostas

INTRODUÇÃO

  • Astrologia e astronomia são, historicamente, uma só e mesma disciplina, mas começaram a se separar no século 17, e já estavam completamente separadas em torno do século 18.
  • A astronomia, a astrofísica e a cosmologia estudam a formação, a função e a física de planetas, estrelas e galáxias do universo.
  • A astrologia estuda e correlaciona o impacto de eventos celestes na vida humana e nos eventos terrestres.
  • Sabe-se que pelo menos 90% de todos os americanos abaixo de 30 anos conhecem seu signo solar.
  • A ciência não lida com a força energética – prana ou chi – da vida, que diferencia o corpo morto do corpo vivo.
  • A astrologia nos mostra nossas forças e fraquezas, o que pode ser feito, como e quando.
  • As estrelas inclinam, elas não obrigam.

Meu livro fornece cinco boas razões do porquê a astrologia é uma ciência:

  1. A astrologia é baseada em análise estatística.
  2. A astrologia é uma ciência social.
  3. A astrologia é ligada à medicina alternativa.
  4. A astrologia é explicada pela energia cósmica e pelo campo biológico.
  5. As bases da astrologia são similares às da mecânica quântica.

Gentil Leitor, a Astrologia é uma das ciências mais antigas, tida em alta estima desde as épocas mais remotas, por Sábios e Notáveis. Em tempos passados, nenhum Príncipe poderia fazer Guerra ou Paz, nem nenhum general poderia lutar em uma batalha ou, resumindo, nenhum assunto importante era empreendido sem primeiro consultar um Astrólogo.

– Benjamin Franklin

 Fundamentos da Astrologia

Eclíptica e equador celestial

5razoes 1

Zodíaco sobre a Eclíptica

5razoes 2

Três principais elementos da astrologia:

  1. Zodíacos
  2. Planetas
  3. Horóscopos ou cartas natais

Os 10 planetas na astrologia são Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.

O signo solar representa a posição no Zodíaco em que o Sol se encontrava na data de nascimento da pessoa.

O Ascendente é o ponto no Zodíaco que estava no horizonte local na hora de nascimento da pessoa.

Para  fazer um horóscopo, nós precisamos de duas coisas:

  1. Efemérides – tábua de valores mostrando a posição de cada planeta para cada dia – passado, presente e futuro.
  2.  Tábua de casas.

Horóscopo ou Mapa Natal

5razoes 3

Aspecto é a relação entre dois planetas em termos de graus e minutos.

Um padrão de aspectos é uma combinação particular formando uma configuração especial: trígono, grande cruz, quadratura-T.

5razoes 4

História da Astrologia

A astrologia teve sua origem há seis mil anos atrás. O mais antigo texto astrológico encontrado é do período Babilônico, em torno de 1830 antes da nossa era.

A astrologia Védica ou Hindu data de quatro mil anos atrás.

A astrologia chinesa estabeleceu-se no tempo da Dinastia Shang, em torno de 1766 antes da nossa era.

Praticantes notáveis da astrologia:

Tales, Pitágoras, Platão, Hipócrates, Ptolomeu, Porfírio, Paracelso e Nostradamus.

A rainha Elizabeth I encomendou ao astrólogo John Dee a eleição da data para sua coroação.

Alexandre, “O Grande”, consultava astrólogos regularmente.

William Shakespeare citou a astrologia em All’s Well That Ends Well (“Tudo Está Bem Quando Acaba Bem”) e King Lear (“Rei Leão”).

O presidente Ronald Reagan consultava astrólogos regularmente. Ele tirou os astrólogos licenciados em Sacramento da categoria de adivinhos.

De acordo com o British Astrological Journal, 40% das firmas corretoras de ações de Wall Street se utilizam da astrologia.

A separação entre a astrologia e a astronomia ocorreu quando Copérnico afirmou que o Sol, e não a Terra, era o centro do sistema solar.

 

A Astrologia é Baseada em Análise Estatística

Análise Estatística é a técnica usada para interpretar [coleções, grupos, conjuntos] de dados quantitativos ou numéricos. Existem três categorias de estatísticas: estatística descritiva, estatística por amostragem e estatística preditiva.

5razoes 6

 5razoes 7

Exemplo de análise estatística utilizada na astrologia numa amostra de 1000 pessoas:

Características das pessoas de Áries

5razoes 9

5razoes 8

O “Efeito Marte”, por Gauquelin:

5razoes 10

Os eminentes psicólogos Hans Eysenck e David Nias verificaram o trabalho de Gauquelin e o corroboraram fortemente.

O conhecido psicólogo Suitbert Ertel tabulou ambos, dados de  esportistas famosos publicados por Gauquelin,  e dados não publicados de esportistas menos famosos, encontrando excelente correlação.

5razoes 11

Outros trabalhos estatísticos sobre astrologia:

Os cientistas Torrey e outros  encontraram indicações de que indivíduos que desenvolvem esquizofrenia são mais propensos a nascer em janeiro e abril.

Os cientistas Chotai e outros mostraram que pessoas nascidas de fevereiro a abril são mais propensas a apresentarem traços de interesse em novidades.

O cientista Johnston relatou que terremotos parecem mais propensos a ocorrer quando os planetas se aproximam da formação de aspectos maiores.

Os astrólogos Hill e Thompson encontraram associação de Marte com cabelos ruivos.

O cientista Ridgley constatou que acidentes em locais de trabalho eram mais freqüentes quando o Sol estava em conjunção, oposição ou quadratura com a posição do Sol no mapa natal.

Os cientistas K. Yuan, L. Zheng e Q. Zhu relataram que os estoques de produção global são significativamente mais baixos no período da Lua Cheia do que da Lua Nova.

5razoes 12

A Astrologia é uma Ciência Social

A ciência social lida com a vida social dos grupos e indivíduos, envolvendo antropologia, economia, educação, psicologia, ciência política e estudos sociais.

Ciências sociais são subjetivas e observacionais. De forma similar, a astrologia é a relação observada entre a posição e o movimento de objetos celestes com o caráter e situações humanas. A astrologia estende a amplitude da ciência social aos objetos celestes. Tanto a ciência social como a astrologia utilizam análises estatísticas. Um exemplo da influência dos esportes sobre o caráter de crianças:

Porque10

Porque11

O famoso psicólogo Carl Jung acreditava que muita coisa poderia ser aprendida sobre a psique humana através da astrologia. A psicologia junguiana associou arquétipos com os planetas.

A astrologia representa o resumo de todo o conhecimento psicológico da antiguidade. E, quando bem utilizada, pode conduzir a um autoconhecimento e crescimento pessoais mais profundos.

– Carl Jung

A psicologia astrológica, ou astropsicologia, é a reformulação da astrologia em termos de conceitos e práticas psicológicas. A astrologia psicológica liga a psique ao cosmos.

Efeito psicológico da Lua:

O cientista Law encontrou uma relação entre o ciclo menstrual e as fases da lua.

O cientista Lieber relatou um número desproporcionalmente alto de ataques criminosos durante a fase da Lua cheia.

Danzl encontrou evidências de que 80% das enfermeiras e 64% dos médicos que trabalham em serviços de emergência acreditam que os ciclos da Lua afetam os pacientes.

Trabalhos de pesquisa mostram correlação entre as fases lunares com o comportamento e as emoções humanas.

As características de uma criança são induzidas por três fatores: época do nascimento, meio-ambiente e genes.

 

A Astrologia é Vinculada à Medicina Alternativa

A medicina alternativa foi definida como o modo preventivo ou terapêutico de se cuidar da saúde, como a ayurveda, a homeopatia, a medicina chinesa tradicional, a acupuntura, yoga, tai chi, reiki etc.

De acordo com a medicina alternativa, a doença é o resultado do desequilíbrio da energia vital – prana, chi, ki etc – no corpo. O tratamento é baseado em ervas, dieta, exercício e massagem.

Ayurveda:

A mais antiga medicina alternativa conhecida originou-se na Índia e identifica o prana, a força da vida, fluindo através de 72.000 canais sutis chamados nadis.

Existem três tipos ayurvédicos de mente e corpo: Vata dosha, Pitta dosha e Kapha dosha. O equilíbrio ou desequilíbrio entre os três doshas determina o estado da nossa saúde.

A ayurveda e a astrologia se complementam. Astrólogos deveriam prescrever preparados ayurvédicos para reduzir ou eliminar os efeitos maléficos dos planetas. De forma semelhante, médicos ayurvédicos deveriam estudar o horóscopo do paciente antes de decidir sobre o tratamento.

De acordo com a astrologia védica, os planetas (grahas) afetam o corpo humano. Nove grahas se relacionam a nove partes diferentes do corpo e causam doenças diferentes, se os grahas estiverem debilitados.

Um médico sem o conhecimento da astrologia não tem o direito de chamar a si de médico. – Hipocrates

Yoga: os principais ramos são: Hata Yoga, Karma Yoga, Jnana Yoga, Bhakti Yoga e Raja Yoga. A yoga é o exercício recomendado pela ayurveda. A Yoga, assim como a astrologia, reconhece o efeito dos planetas sobre o corpo e a mente humana, e aliviam os efeitos maléficos dos planetas.

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): MTC é um conjunto de práticas médicas que se originaram na China há milhares de anos atrás. Ela é baseada no equilíbrio do yang e do yin com respeito ao fluxo de chi  através de 14 meridianos no corpo humano. MTC inclui fitoterapia, acupuntura, tai chi e massagem.

A acupuntura baseia-se na teoria de que o bloqueio do fluxo de chi através dos meridianos causa doença e dor. O bloqueio é removido pela inserção de agulhas nos 365 pontos de acupuntura nos meridianos.

Acupressão é a aplicação de pressão sobre os pontos de acupuntura.

Tai chi é o exercício da MTC para promover saúde e longevidade.

Os cinco elementos da filosofia chinesa são: metal, madeira, água, fogo e terra. Os cinco planetas principais são chamados pelos nomes dos elementos: Vênus – metal, Júpiter – madeira, Mercúrio – água, Marte – fogo, Saturno – terra.

Zodíacos na astrologia chinesa têm um ciclo de doze anos. Cada ano deste ciclo de doze anos é designado por doze animais. Cada animal tem personalidade e características diferentes. Os doze Zodíacos são os seguintes: rato, boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, carneiro, macaco, galo, cachorro e porco. O ciclo de doze anos é constituído através do movimento de Júpiter, que dá uma volta em torno do sol a cada 11, 86 anos. Enquanto uma pessoa pode ser dragão porque nasceu no ano do dragão, ela também pode ser cobra internamente e boi secretamente.

Porque12

Porque13

A Astrologia é Explicada pela Energia Cósmica e pelo Campo Biológico

O universo começou a partir de uma explosão denominada Big Bang, há aproximadamente 13,7 bilhões de anos atrás, do confinamento de um núcleo atômico chamado “singularidade”. Antes deste momento, não havia espaço nem tempo. Uma explosão inacreditável a > 1015 K criou as partículas subatômicas, o espaço e o tempo.

OO tamanho do Universo é estimado em 78 bilhões de anos luz, expandindo-se na velocidade de 138 milhas por segundo durante 10 milhões de anos luz, como foi provado pelo astrônomo Edwin Hubble. Medidas recentes mostraram que o Universo está se expandindo numa velocidade acelerada.

Existem aproximadamente 100 bilhões de galáxias, incluindo a nossa – a Via Láctea – no Universo.  A Via Láctea tem aproximadamente 200 bilhões de estrelas, incluindo nosso Sol. O interior do Sol é uma fornalha termonuclear que ocasiona a fusão nuclear, convertendo uma pequena massa em energia. O Sol tem 4,6 bilhões de anos e possui energia suficiente para mais outros 5 bilhões de anos.

Composição do Universo

Porque14

Os raios cósmicos que alcançam a Terra consistem do seguinte: (1) prótons principalmente de hidrogênio e hélio vindos de explosões de Novas e Supernovas; (2) vento solar vindo de atividades do Sol; e (3) elementos desconhecidos na matéria escura e na energia escura.

O campo magnético solar reverte a cada 11 anos. Além disso, a rotação diferencial das latitudes do Sol faz com que as linhas magnéticas sejam torcidas.

 

Campo Magnético Interplanetário

Porque15

Fluxo de partículas cósmicas no sistema solar:

O campo magnético solar reverte a cada atividade solar máxima, resultando em um ciclo de 22 anos. É positivo quando o campo se projeta do Sol no Hemisfério Norte, e negativo quando o campo se projeta do Hemisfério Sul. A intensidade dos raios cósmicos galácticos varia inversamente com o número de manchas solares.

Porque16

As linhas abertas do campo magnético, que se dirigem em direções opostas ao longo do plano do equador magnético solar, correm paralelamente entre si e são separadas por uma corrente muito fina  conhecida como heliospheric current sheet . Esta fina camada ou corrente é inclinada devido à rotação e aos eixos magnéticos do Sol.

Nota do tradutor: heliospheric current sheet é uma superfície dentro do Sistema Solar onde a polaridade do campo magnético do Sol muda de norte para sul.

Porque17

Planetas afetando as energias cósmicas que alcançam a Terra:

Fluxo de energia cósmica quando o campo magnético solar está se projetando do Sol no hemisfério norte

 Porque18

Fluxo de energia cósmica quando o campo magnético solar está se projetando do Sol no hemisfério sulPorque19

A biofísica aplica as teorias e métodos da física à biologia. Uma área de pesquisa da biofísica é a de absorção e emissão da luz pelas moléculas.

Biofóton é um fóton de luz emitido por um sistema biológico.

Emissão de biofóton é uma emissão de fóton de muito baixa intensidade, por sistemas vivos.

O cientista russo Alexander Gurwitsch relatou emissões ultra-fracas de fótons a partir de tecidos vivos na faixa UV (ultravioleta). O físico alemão Fritz Popp construiu um amplificador de luz para detectar emissões de fótons.

Emissões de biofótons talvez possam ser uma parte da comunicação entre células.

Organismos com doenças e lesões enviam um sinal de socorro emitindo uma luz mais brilhante.

O campo biológico tem sido reivindicado pelos praticantes da medicina alternativa como um campo externo do corpo que afeta fortemente ações e sentimentos.

Samuel Kirlean criou uma imagem de um campo biológico sobre uma chapa fotográfica.

A partir da dualidade onda/partícula da mecânica quântica, emissões de biofótons geram um campo eletromagnético, que pode ser o campo biológico.

A energia cósmica pode afetar biofótons e o campo biológico e, portanto, a vida humana, positiva ou negativamente. A cientista Mai Takata descobriu que a precipitação de albumina no sangue varia de acordo com a hora do dia, a data do ano, com o ciclo das manchas solares e com os eclipses. Isto foi confirmado pelo cientista Giorgio Piccardi usando bismuto de oxycloral.

Os raios e partículas cósmicas que alcançam a Terra são afetados (1) pelo campo magnético do Sol, da Lua e dos planetas, (2) pela radiação e pelo vento solar, (3) pela ionosfera carregada dos planetas, (4) pela magnetosfera dos planetas, (5) pela “poeira infernal” de Marte e (6) pelo efeito protetor da Lua.

Os dois fatores a serem considerados são os seguintes: (1) as energias cósmicas são controladas pelo Sol, pela Lua e pelos planetas e (2) elas afetam nosso campo biológico que, por sua vez, afeta nossa saúde e atividades.

Apenas um lembrete: de que nós conhecemos somente 4% das energias cósmicas.

 

Modelo cosmológico hipotético do Mapa Natal

Porque20

A Base da Astrologia é Semelhante à da mecânica Quântica

A física clássica foi fundamentada sobre duas entidades: matéria e energia. Ela falhou totalmente em explicar a estrutura das partículas atômicas e subatômicas. Isto é, quando a mecânica quântica entrou em cena.  A mecânica quântica é a ciência da matéria e da radiação em níveis atômicos e subatômicos, e inclui os seguintes atributos:

A(1) probabilidade, (2) descontinuidade da energia, (3) dualidade onda/partícula, (4) equação de Schrödinger, (5) princípio de incerteza, (6) princípio de exclusão e (7) “spin” de uma partícula.

O princípio fundamental da mecânica quântica baseia-se na lei da probabilidade, não na lei da certeza. Olhando para a figura de um átomo em seu estado fundamental, o elétron orbitando em torno do núcleo é algo ultrapassado. A nuvem de probabilidade de um elétron em torno do núcleo é a teoria aceita.

Porque21

Descontinuidade da energia: os elétrons existem apenas em níveis discretos.

Dualidade onda/partícula: o físico De Broglie provou que o momentum “p” de uma partícula é inversamente proporcional ao seu comprimento de onda λ quando p = h/λ.

Equação de Schrödinger: o físico Schrödinger inventou uma equação diferencial para derivar funções de onda dos elétrons. Ela produz um conjunto de funções de onda ψ. O quadrado de ψ (ψ2) mede a probabilidade de encontrar o elétron em uma ou próximo a uma dada localização.

Princípio de Incerteza: o físico Heisenberg propôs que a posição e a velocidade de uma partícula (momentum) não podem ser acuradamente determinadas simultaneamente. Ele enunciou o princípio de incerteza como: ΔpΔx = h/2π.

Princípio de Exclusão: o físico Pauli formulou que nenhum de dois férmions idênticos – elétrons, prótons e neutrons – podem ocupar o mesmo estado quântico simultaneamente.

Spin de uma partícula: o spin atômico é um caminho conveniente para descrever o spin angular de uma partícula.

Número Quântico: os três números quânticos que são derivados da Equação de Schrödinger são o número quântico princiapal (n), o angular (I) e o magnético (m). Eles representam o tamanho, a forma e a orientação no espaço das órbitas em um átomo.

Einstein e Bohr debateram sobre a mecânica quântica.

Deus não joga dados com o Universo – Einstein.

Pare de dizer a Deus como ele deve se comportar – Bohr.

Einstein e seus dois assistentes, B. Podolsky e N. Rosen, propuseram um experimento mental (conhecido como EPR) onde um par de elétrons, spin up e spin down, é considerado. Se medirmos o momento de um elétron, nós instantaneamente saberemos o momento do outro elétron, desde que sua soma total é zero, mesmo que eles estejam afastados anos luz entre si. Mas nenhum sinal pode viajar mais rápido do que a luz.

Os cientistas A. Aspect, P. Grainger e G. Roger criaram um experimento e descobriram que medir a polarização de um fóton de um par de fótons afetava instantaneamente a polarização do outro fóton, medido a uma distância considerável. Isto prova que a influência viajou mais rápido que a velocidade da luz, o que é conhecido como teoria do entrelaçamento.

Astrologia e mecânica quântica:

Assim como a mecânica quântica, a astrologia também se baseia em probabilidade, não em certeza.

O princípio de incerteza aplica-se também à astrologia. Existe alguma incerteza ΔE de partículas de energia que alcançam a Terra. De forma semelhante, existe alguma incerteza ΔA de determinados atributos.

ΔE . ΔA = margem de erro astrológico

A dualidade onda/partícula se aplica igualmente bem às energias cósmicas porque as mesmas partículas e energias estão na astrologia assim como elas estão na cosmologia.

Os atributos de um elétron são contextuais porque dependem do ambiente e do observador. Os atributos contextuais da mecânica quântica aplicam-se bem à astrologia. A eficiência da predição astrológica depende do ambiente e dos observadores.

Ninguém exigiu o entendimento da mecância quântica, mas ela tem tido sucesso até agora em explicar o comportamento de partículas atômicas e sub-atômicas.

Eu penso que se pode dizer com segurança que ninguém entende a mecânica quântica.   – Richard Feynman

O mesmo poderia ser dito sobre a astrologia. Ela não é certeza, mas probabilidade. A astrologia baseia-se em dados colhidos há milhares de anos atrás. Desde então, ela não foi atualizada.

Existe a possibilidade de que dois corpos independentes (planetas e seres humanos) possam reverberar juntos em uníssono devido ao entrelaçamento.

Conclusão

A astrologia estuda o efeito dos corpos celestes sobre os assuntos humanos e terrestres. A astronomia, a cosmologia e a física estudam os corpos e as energias celestes no universo e suas interações. Não deveria haver conflito entre elas. Simplesmente porque um fenômeno não pode ser explicado não significa que ele não exista. As causas da força gravitacional, da carga do elétron, da condutividade, do magnetismo etc não são conhecidos, mas seus efeitos o são. A ciência os chama de propriedades da matéria. Do mesmo modo, o efeito dos corpos celestes sobre os humanos são conhecidos, mas não suas causas.

A astrologia se baseia em análises estatísticas. A astrologia é uma ciência social. A astrologia é ligada à medicina alternativa. A astrologia é explicada pelas energias cósmicas e pelo campo biológico. A base da astrologia é similar à da mecâncica quântica. Essas cinco boas razões para justificar a astrologia como uma ciência – ciência social – deveriam convencer os leitores e a comunidade científica.

A comunidade astrológica deveria tirar vantagem da recente onda de interesse em astrologia em função da sua valorização e aprimoramento através de um trabalho abrangente de pesquisa, como se segue:

1. Dados de mapas natais deveriam ser colhidos e uma análise estatística desses dados deveria ser executada. Os dados deveriam incluir o seguinte: (a) o signo solar e as características do cliente; (b) métodos de predição astrológica; e (c) previsões astrológicas para os clientes  e resultados reais, após acompanhamento com os mesmos.

2. Os atributos dos planetas e dos signos do Sol  deveriam ser atualizados regularmente, após análise estatística detalhada de dados coletados e armazenados no banco de dados.

3. A comunidade astrológica deveria trabalhar com medicina alternativa para benefício mútuo.

4. Os astrólogos deveriam buscar o feedback de psicólogos e cientistas sociais sobre como a informação astrológica dos clientes é compatível com seu real comportamento e características.

5. O trabalho de pesquisa nas áreas do campo biológico e de bio-fótons deveria ser encorajado através de apoio financeiro.

6. A comunidade astrológica deveria manter os olhos sobre o trabalho de pesquisa em astronomia, cosmologia e física atômica à respeito da matéria e energia escuras. O Grande Colisor de Hádrons, no CERN, pode produzir resultados muito importantes.

Que nós não podemos pensar em nenhum mecanismo para a astrologia é relevante, mas não convincente. Nenhum mecanismo era conhecido, por exemplo,   para a deriva continental quando ela foi proposta por Wegener. Apesar disso, vimos que Wegener estava certo, e aqueles que opuseram-se por razões de mecanismo inválido estavam errados. – Carl Sagan

 

Meu Contato

 Website: www.tapandas.com

O livro pode ser adquirido nos sites:

www.barnesandnoble.com, www.amazon.com, www.chapters.indigo.ca.

Ou pelo meu e-mail: tkdas@rogers.com.

 

Rio de Janeiro, 14 de abril de 2013

É proibida a reprodução total ou parcial deste texto.