Artigos

Eventos Celestes e Perspectivas para 2012

Celisa Beranger em 25 de janeiro de 2012

Estamos em 2012 e o mundo não vai acabar.

Continuamos no clima cardinal com Saturno em Libra, Urano em Áries e Plutão em Capricórnio. A força nos signos de ação segue indicando crises políticas, sociais e econômicas, confrontos e antagonismos, além do mais, as coisas continuarão a mudar rapidamente. Contudo, é interessante considerar que, a partir dos eclipses do final de 2011 (25/11 parcial do Sol em 2º37’ de Sagitário e 10/12 total da Lua em 18º13’ de Gêmeos), os signos mutáveis começam a ter certa ativação.

Na verdade, a partida na ativação dos mutáveis foi dada por Marte ao entrar em Virgem, em 10 de novembro de 2011. Devido à retrogradação, em 23 de janeiro, Marte permanecerá em Virgem até 02 de julho de 2012.

Netuno também contribuirá para a ativação dos mutáveis, definitivamente em Peixes a partir de 03 de fevereiro. Também Vênus percorrerá Gêmeos entre 03 de abril e 07 de agosto de 2012, e Júpiter entrará em Gêmeos no dia 11 de junho. Os eclipses do final de 2011 estarão ativos até os próximos eclipses de maio/junho, novamente nos mutáveis Gêmeos/Sagitário.

A ativação dos mutáveis contribui com alguma flexibilidade e adaptabilidade, condições que favorecem um bom funcionamento no clima cardinal.

O Trígono Saturno/Netuno

Precisamos retomar o período de novembro passado para abordar a aproximação do trígono Saturno/Netuno, que chega a um orbe de 37 minutos no começo de fevereiro de 2012, embora o primeiro aspecto exato só ocorra em 05 de outubro.

A harmonia entre os dois planetas de significados tão diferentes promove integração de visão e organização, inspiração e prática, entendimento e aceitação das diferenças para obter união de modo organizado e prático. Sem dúvida, o trígono contribuiu para o acordo da União Européia no final do ano, apenas o Reino Unido ficou fora.

Solstício de Verão 2012 (22 de dezembro 2011 às 03:31 hs – Brasília)

Este mapa atua até o Equinócio de Março. A presença do Sol em quadratura exata com Urano reativa o Equinócio de março (Sol em conjunção exata a Urano), que marcou o início do ano astrológico em 2011. Apesar do Sol também formar trígono a Júpiter (estacionado, retomou o movimento direto dia 25 de dezembro), os três meses finais do ano astrológico prometem a continuidade do ocorrido em 2011, imprevistos, reviravoltas, protestos, atitudes ditatoriais, revoltas contra autoridade e acidentes.

enventoscelestes2012

Para o Brasil, o Sol está na casa 2 apontando para condições econômicas, produção de bens, PIB, PNB,  atitude da sociedade com relação a bens materiais.

Urano vem transitando a casa 2 desde maio de 2007, mas com sua conjunção a Plutão (2010-2011) e quadratura à conjunção Urano/Netuno (2011), o aumento de consumo gerou inflação e crescimento considerável do endividamento das famílias brasileiras; porém em 2011 a produção industrial caiu.

Urano continua em quadratura à conjunção Urano/Netuno e permanece assim até março, portanto ainda podemos ter alguma surpresa em termos econômicos e com relação ao congresso nacional.

A Lua Nova de 23 de janeiro, em 2º42’ de Aquário, ano novo chinês, marca a mudança de movimento de Marte de direto para retrógado, em 23º05’ de Virgem.

Em 03 de fevereiro Netuno entra em Peixes e aí permanecerá até 2025 (veja algumas indicações para Netuno em Peixes em http://migre.me/7CG6v)

A Lua Cheia de 07 de fevereiro, em 18º22’ de Leão, marca a retrogradação de Saturno em 29º30’ de Libra e, a partir de então, se desfaz o trígono a Netuno.

A Lua Nova de 21 de fevereiro, em 2º42’ de Peixes, em conjunção a Netuno, reativa o eclipse de 25 de novembro (2º37’ Sagitário) e mobiliza  os trânsitos de Netuno.

Trígono Júpiter/Plutão

Em 13 de março forma-se o terceiro e último trígono Júpiter/Plutão que, de alguma maneira, contribui para a reorganização econômica.  O trígono ainda estará presente no mapa do Equinócio mas, de qualquer modo, acredito que o trígono fará falta no seguimento da crise.

Equinócio de Outono (20 de março de 2012 às 02:16 hs – Brasília)

Começa o ano astrológico.

O Sol ainda está em conjunção a Urano com orbe de 4º. A presença de Mercúrio entre Sol e Urano enfatiza a ligação. A tríplice conjunção indica notícias surpreendentes, acidentes e também dificuldade de entendimento entre dirigentes. O trígono Júpiter/Plutão forma com Marte um grande trígono e poderá contribuir para a tomada de medidas de reorganização.

Para o Brasil, a presença da tríplice conjunção na casa 3 não favorece o entendimento com os países vizinhos e indica  acidentes e notícias surpreendentes. A presença de Saturno no Meio do Céu, em quadratura com o Ascendente, indica a necessidade de superar dificuldades tanto para o governo como para o povo.

Netuno e Lua na casa 2 indicam ilusões, flutuações, fraudes e mais escândalos. Veremos que Netuno aparece na 2 para o Brasil em outros mapas do ano.

enventoscelestes2012_2

Para o Brasil, a presença de Urano no Fundo do Céu trará surpresas climáticas e com relação ao governo, mas também poderá promover protestos.

A força na casa 5 indica especulações e, como no Equinócio, Netuno está na casa 2.

O Eclipse Parcial da Lua em 04 de junho às 08:04 hs, 14º14’ Sagitário, reforça a quadratura Urano/Plutão e, no caso do Brasil, a possibilidade de surpresas e mudanças com relação ao governo estará reforçada com a presença de Urano  em conjunção ao Meio do Céu.

Quadratura Urano/Plutão

No ano passado lembramos que a quadratura Urano/Plutão vem atuando desde 2010 e afirmamos que ela constitui a marca mais forte desta década, promovendo turbulência social, política e econômica. Em 2012 ocorrem os dois primeiros dentre os sete aspectos exatos: 8º24’ em 24 de junho e 6º57’ em 19 de setembro.

A tensão entre os dois planetas das mudanças radicais é revolucionária e catalisadora de correntes críticas com relação ao sistema social e cultural, promovendo crises e protestos que apontam e levam a mudanças drásticas e às vezes repentinas, de condições rígidas ou ultrapassadas, visando à inclusão de minorias e de novas concepções. A participação de Urano dinamiza as mudanças de Plutão.  Em 2011 constatamos uma onda mundial de revolta, indignação e protestos tanto em termos políticos como sociais. A revista Time americana constatou isto e escolheu como personalidade do ano “O Manifestante”.

Quatro ditadores árabes tiveram que deixar seus cargos, o italiano Berlusconi também teve que se retirar e o ditador da Coréia do Norte morreu natural e subitamente. No Brasil a onda ainda é uma marola, mas os protestos em três estados, em função do aumento das passagens, podem indicar que ela se aproxima.

Em termos econômicos, como previsto porque já havia ocorrido na década de 30, a quadratura intensificou a crise iniciada em 2008 e vem dificultando sua recuperação, especialmente no caso de governos que não conseguem controlar seus déficits.

A quadratura também promove problemas tecnológicos, como foi o caso dos vazamentos nas usinas nucleares do Japão, levando diversos países à revisão de seus programas de energia nuclear e a buscar inovações. No Brasil tivemos o desastre ecológico provocado pela Chevron, que obrigou a revisão dos contratos de concessões para a exploração de petróleo.

E cada vez mais se intensificam os ataques cibernéticos e guerras cibernéticas deverão ocorrer. A prova disto é o fato dos EUA terem criado, em outubro passado, um departamento para cuidar destas guerras.

Porém, no que se refere à tecnologia, o mais grave é o perigo das armas nucleares, que promovem grande destruição. Sem dúvida, aparentemente o Irã constitui o maior perigo. As pressões continuam aumentando e também as ameaças do Irã e dos revides de EUA e Israel.

Em termos de destruição, também o terrorismo está relacionado a esta quadratura.

Infelizmente em tempos da quadratura Urano/Plutão não há garantias, precisamos estar sempre preparados para sermos surpreendidos e sabermos nos adaptar. Lembram do atentado na escola de Realengo em abril de 2011? E o da Noruega em julho? E o naufrágio do Costa Concordia este mês?

Após a leitura de um artigo do americano Richard Tarnas, a respeito desta quadratura, temos pensado o quanto ela vem contribuindo para a revolta das forças da natureza, aumentando o número de desastres naturais tais como  terremotos, tornados, furacões, erupções vulcânicas, inundações e provocando mudanças climáticas extremas.

Países com posições no início dos cardinais

A maior parte dos países envolvidos em problemas possui posições planetárias nos primeiros 10º dos cardinais. A grande maioria esteve na mídia em 2011 e continuará em 2012. Em 2012 Plutão percorre de 7º02’ a 9º32’ de Capricórnio e Urano de 0º51’ a 8º29’ de Áries.

Afeganistão – Plutão 2º de Libra
Argentina – Mercúrio 6º de Câncer e Vênus 11º
Alemanha Unificada – Urano 5º de Capricórnio e Sol 9º de Libra
Brasil – Plutão 0º de Áries, Netuno 2º e Urano 3º de Capricórnio
China Nacionalista – Urano 4º59’ de Câncer e Sol 7º49’ de Libra
Colômbia – Mercúrio 7º de Capricórnio e Vênus 11º
Coréia do Norte – Urano 0º de Câncer
Egito – Saturno em 5º de Libra, Plutão em 7º de Câncer
Espanha – Marte 0º de Câncer, Plutão 10º de Libra e Lua 11º de Câncer
EUA – Vênus 3º e Júpiter 6º de Câncer
França – Vênus 3º de Libra e Sol 12º
Grécia – Plutão 6º52’ de Áries
Indonésia – Marte 0º de Libra e Sol 5º de Capricórnio
Itália República – Mercúrio 1º de Câncer e Netuno 5º de Libra
Irã – Vênus 3º de Capricórnio
Israel – Vênus 4º de Câncer
México – Sol 5º de Libra
Paquistão – Marte 0º de Câncer
Polônia – Marte 2º de Capricórnio e Plutão 6º de Câncer
Reino Unido – Urano 1º de Libra e Sol 10º de Capricórnio
Rússia – Sol 3º de Capricórnio (outro mapa Sol 8º)
Síria – Netuno 4º de Libra e Sol 9º de Capricórnio
Turquia – Marte 7º de Libra
União Européia – Vênus 4º Áries e Urano 2º Câncer (Campion, Sol 10º de Capricórnio)

Observação: Existem diversos mapas da União Européia. Alguns franceses utilizam o de 09/05/1950 às 18 hs – Paris.  O respeitado inglês Nicholas Campion afirma que ela começou a existir em 31/12/1953 às 23 hs – Bruxelas, com o Sol em 10º de Capricórnio. Há quem utilize os dados do Tratado de Maastricht – 07/02/1992 GMT. Consideramos os dois primeiros, mas não o do Tratado.

O euro entrou em vigor em 1º de janeiro de 1999 à 0h com o Sol em 10º de Capricórnio, como no mapa da UE utilizado por Campion.

Em 2011 afirmamos que a União Européia estava em risco e este risco continua. A Grécia com seus problemas poderá sair do grupo, mas a Itália ainda é uma ameaça e também a Espanha com seu recorde de desemprego. Porém, uma questão importante de 2012 são os bancos, uma vez que atualmente os governos já não possuem o volume de reservas de 2008.

A ocorrência de um problema poderá puxar outros, como em 2008, especialmente entre maio e setembro.

Além da União Européia chamamos atenção para a China, cujo Sol em 7º45’ de Libra receberá fortemente a quadratura Urano/Plutão em 2012, ano de mudança de dirigentes. Poderão ocorrer problemas e tensões, internas e externas.

Aliás, 2012 é um ano importante em termos de eleições, pois França, Rússia e EUA também as terão.

Trânsito de Vênus

No dia 05 de junho ocorrerá um fenômeno raro no céu: a passagem de Vênus pelo disco do Sol. Os intervalos entre estas passagens são irregulares e em espaços de tempo alternativamente curtos e longos. Os curtos são de oito anos e os longos de 121,5 ou 105,5 anos.  O trânsito de 2012, o último do século, é par do trânsito de 08 de junho de 2004, mas no Brasil ele não será visível. (veja mais sobre história, astronomia e a importância do Brasil em http://migre.me/7CFWy).

O trânsito da deusa do amor e da beleza, cujo símbolo é o mesmo do feminino, ressalta principalmente a participação das mulheres no mundo mas também revigora as qualidades de Vênus: – União e amor em todas as formas. Afeto, ternura, receptividade, sensibilidade, amabilidade, delicadeza, cooperação e sociabilidade. Beleza, prazer e arte.

Em nossas pesquisas para o trânsito de 2004 já havíamos constatado que muitas mulheres entraram para a história devido a fatos marcantes ocorridos em ocasiões próximas às datas dos trânsitos de Vênus. Contudo, o trânsito de 2004 comprovou que a condição mais visível destes raros encontros é promover força e vigor no que se refere à expressão e participação das mulheres no mundo. É inegável e notável, nos últimos 8 anos,  o aumento e destaque desta participação.

A passagem de Netuno por Peixes irá reforçar o trânsito de Vênus e ressaltar algumas de suas boas qualidades.

Porém, não devemos esquecer que a beleza do planeta Vênus é aparente. Na ocasião do trânsito, Marte em Virgem estará em quadratura com Vênus e por isto alguns defeitos também poderão ser ressaltados: insensibilidade, grosseria, vaidade, futilidade, luxúria, prazer a qualquer preço, insaciabilidade, possessividade e ciúme.

Júpiter em Gêmeos

Em 11 de junho Júpiter entra em Gêmeos e aí permanecerá até 25 de junho de 2013, desenvolvendo e diversificando ainda mais os meios de comunicação, mas também a imprensa, a mídia, a atividade intelectual, o comércio e os negócios.

Solstício de Inverno (20 de junho de 2012 às 20:10 hs – Brasília)

Ocorre junto à Lua Nova do dia 19. O Sol estará em trígono a Netuno, mas este estará em quadratura a Júpiter. De qualquer modo, a quadratura Urano/Plutão, cujo primeiro aspecto exato ocorre 04 dias depois, em 8º24’, também marca o solstício.

Felizmente, haverá apenas uma quadratura Júpiter/Netuno exata dia 25, que promove esperanças irreais que resultam em desilusões. Especialmente em junho podem ocorrer escândalos financeiros ou jurídicos por manobras que podem atingir bancos. Podemos lembrar que a conjunção ocorreu em 2009 quando, após a crise de 2008, a impressão geral era de que ela seria fácil de resolver.

enventoscelestes2012_3

Para o Brasil, Netuno continua a aparecer na casa 2.

Dia 25 de junho Saturno retorna ao movimento direto,
em 22º46’ de Libra, a caminho do trígono com Netuno.

 

 

 

 

Marte em Libra

Em 03 de julho Marte entra em Libra e entre 14 e 20 de julho ativará a quadratura Urano/Plutão, formando com ela uma quadratura T. De qualquer modo, a quadratura T estará muito ativa até meados de agosto porque ficará marcada na Lua Nova de 19 de julho.

enventoscelestes2012_4

Olimpíadas de Londres

As competições começam em 25 de julho, embora a abertura oficial ocorra apenas no dia 27. Desenhada para Londres, a Lua Nova do dia 19, em 26º55’ de Câncer, aparece muito próxima ao Ascendente e a oposição Marte/Urano encontra-se no eixo Meio do Céu/Fundo do Céu. Sem dúvida, Londres estará em foco, mas podem ocorrer novos protestos ou surpresas desagradáveis durante os jogos.

Equinócio de Primavera (22 de setembro de 2012 às 11:50 hs – Brasília)

O equinócio mantém a marca da quadratura Urano/Plutão e o segundo aspecto exato ocorre na véspera, em 6º57’ de Áries.

Para o Brasil o Sol está no Meio do Céu e, sendo assim, o país ou uma figura marcante estará em foco mas, considerando que Plutão está no Ascendente, o motivo poderá não ser bom.

enventoscelestes2012_5

Saturno em Escorpião

Entra em 05 de outubro e permanecerá até 23 de dezembro de 2014, quando entra em Sagitário, mas retorna a Escorpião em 15 de junho de 2015 e só em 18 de setembro volta a percorrer Sagitário.

Em Escorpião Saturno promove reforma e reconstrução. Logo na entrada, dia 11, o planeta dos anéis faz o primeiro dos três trígonos exatos a Netuno.  Podemos contar com o esforço para entendimento, que vimos em 2011, atrelado ao esforço para reconstrução. Porém, a volta de Urano ao movimento direto em 13 de dezembro retoma a quadratura com Plutão.

No que se refere ao Brasil, entre o final de outubro e meados de novembro, Saturno fará conjunção ao Marte do país e, ao mesmo tempo, Júpiter fará quadratura ao Sol. Um julgamento errado poderá trazer dificuldades.

Eclipse Total do Sol (13 de novembro de 2012 às 20:13 hs – Brasília) – 21º56’ de Escorpião

Eclipses totais sempre são importantes. O eclipse é visível na Austrália, mas alcança a Patagônia.

Eclipse Penumbral da Lua (28 de novembro de 2012 às 12:34 hs – Brasília) – 6º41’ de Gêmeos

Solstício de Verão (21 de dezembro de 2012 às 09:13 hs – Brasília)

Vamos abordar o Solstício em função do destaque que o ano recebeu por causa dele. A questão do calendário maia pode ser vista em http://migre.me/7CFWy.

Embora a quadratura do Sol com Urano, em 4º de Áries, ainda possa ser considerada, ela é bem menos relevante que a do Solstício de dezembro de 2011, no qual Urano no grau 0 estava em quadratura exata ao Sol. Contudo, há uma questão especial neste mapa, um yod no grau 8 envolvendo Júpiter em Gêmeos, Saturno em Escorpião e  Plutão em Capricórnio. Esta figura, também conhecida como o “dedo de deus”, costuma indicar situações fora de controle, nas quais o resultado costumar ser diferente do esperado.

enventoscelestes2012_6

Para o Brasil, Netuno continua a aparecer na casa 2 e Saturno na casa 10.
Júpiter focal do yod está na casa 5, uma casa de especulação e risco.

 

 

 

 

 

Conclusão

O fato de Saturno sair de Libra não encerra o clima cardinal, que será mantido até 2015 pela quadratura Urano/Plutão, que ainda trará muitas tensões e mudanças.

Não podemos deixar de reconhecer que a Astrologia Mundial continua a mostrar que a humanidade vive tempos incertos e perigosos como se, volta e meia, chegássemos à beira de um precipício; mas estes tempos fazem parte da caminhada para 2020, que marca uma grande mutação para a humanidade.

Contudo, estamos no Brasil, o país se desenvolve externa e internamente e faz 19 novos milionários a cada dia. E o homem mais rico do país, Eike Batista, acaba de dizer que seu projeto é ser o homem mais rico do mundo em 2015.

Sem dúvida, bem aproveitados, os tempos de crise promovem muitas oportunidades.

 

Rio, 20 de janeiro de 2012.

É proibida a reprodução total ou parcial deste texto.